DÍNAMO

Quando se move um condutor em um campo magnético em direção
tal, que corte as linhas de força, gera-se ou induz-se no condutor uma
força eletro-motriz. Dentro de um campo magnético gira o "induzido",
que leva nas ranhuras de seu núcleo ( de ferro doce ) certo número de
voltas ou enrolamentos ( de arame de cobre isolado ). Ao girar o
induzido ao redor de seu eixo, os rolamentos ( ou bobinas ) interceptam
o fluxo magnético que existe entre as sapatas polares, nascendo assim
uma força eletro-motriz nos rolamentos que, passando para o coletor e
deste para as escovas, vai levar a corrente elétrica a todas as partes do
veículos. O dínamo trabalha com "auto-excitação", isto é, ele mesmo
produz a corrente que vai para as bobinas de campo, que, por sua vez,
vai produzir uma força eletromagnética que aumenta o fluxo de linhas
magnéticas entre as sapatas polares.
Principais defeitos:
1 - A bateria não carrega ou recebe carga insuficiente:
a) O contato entre as escovas e o coletor é insuficiente, as escovas
presas no assento, gastas, cobertas de graxa ou pó.
b) O coletor está sujo ou com graxa.
c) O coletor está gasto.
d) O cabo 51/30 entre a bateria e o terminal de distribuição, ou o cabo
31 que comunica a bateria à massa está solto ou com defeito.
e) Curto-circuito nas bobinas do dínamo.
f) Correia da polia solta.
2 - A lâmpada piloto não acende, estando o motor parado e a chave
ligada:
a) Lâmpada queimada.
b) Bateria descarregada.
c) Os cabos 61, 30 ou 31 soltos.
3 - A lâmpada se apaga:
a) Terminal 61 em massa.
4 - A lâmpada piloto meio acessa: - correia da polia solta.

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Grupos

Grupo DKW.COM.BR
Participe do Grupo DKW.COM.BR
E-mail:
Visitar este grupo